Data de Nascimento: Marcial de Mello Castro nasceu no dia 03 de junho de 1941, na cidade de Tupaciguara, interior do Estado de Minas Gerais.


Resumo histórico da carreira de jogador: Marcial iniciou sua carreira de goleiro de futebol no time amador do Sete de Setembro F.C. de Belo Horizonte. Demonstrando nos jogos um futuro promissor, logo chamou a atenção dos dirigentes do Atlético Mineiro, onde em 1960 assinou seu primeiro contrato profissional. Chegou a deixar o clube quando foi aprovado na Faculdade de Medicina da UFMG. Em 1962, atuando no futebol universitário, recebeu um convite do Técnico Antônio Fernandes (Antoninho), que recomendou ao Atlético Mineiro que o recontratasse. No Galo jogou as temporadas de 1962 e 1963, contabilizando 37 jogos, sofrendo 33 gols. Logo na primeira temporada, conquistou o campeonato estadual e foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira. Fez parte da Seleção Mineira que venceu o Campeonato Brasileiro de Seleções de 1963. Neste mesmo ano, foi contratado pelo C.R. Flamengo do Rio de Janeiro. O Clube da Gávea pagou ao Atlético Mineiro cerca de dez milhões de cruzeiros pelo passe do jogador, incluindo na negociação o goleiro Gustavo. No Flamengo, Marcial teve uma brilhante passagem. Logo na primeira temporada, venceu o Campeonato Carioca. Durante uma partida emblemática contra o fluminense, que terminou com o empate 0 X 0, com o recorde histórico de público em uma partida de futebol entre dois clubes, o jovem goleiro fez uma defesa considerada a mais fantástica que o Maracanã já presenciou. Nelson Rodrigues, torcedor histórico do Fluminense, que era jornalista, romancista e teatrólogo, comentou: “Num passe de mágica, fez a bola marrom, chutada a queima roupa por Escurinho, sumir”. Em uma entrevista tempo depois para a revista Placar, o goleiro Marcial disse: “Ele já comemorava o gol quando eu mostrei a bola para a torcida”. Marcial foi eleito o craque do jogo. Curiosamente, no apito final do árbitro a bola do jogo estava em seu poder. Marcial permaneceu no Flamengo ate 1985, disputando ao todo 87 partidas. Ainda em 1965, transferiu-se para o Corinthians onde ficou até 1968, realizando 53 partidas com 53 vitórias, 13 empates e 23 derrotas. E ainda conquistou o Torneio Rio – São Paulo de 1966. Jogando pela Seleção Brasileira, participou de 07 jogos e foi titular na Copa Sul-americana de 1963 na Bolívia. Encerrou a carreira prematuramente aos 26 anos. Na época, os goleiros normalmente se aposentavam com idades superiores aos demais jogadores. Em 1970, concluiu o Curso de Medicina e foi exercer a profissão na cidade de Pitangui, interior de Minas Gerais. 


Participação em Clubes e Seleção Brasileira

Sete de setembro

Atlético Mineiro

Flamengo

Corinthians

Seleção Brasileira

Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\atletico_mg_45x45.png

C:\Users\Casa\Desktop\Flamengo_escudo.svg.png

Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\corinthians_60x60.png

C:\Users\Casa\Desktop\150px-CBD.png

Minas Gerais

Minas Gerais

Rio de Janeiro

São Paulo

Brasil

Juvenil

1962 a 1963

1963 a 1965

1965 a 1968

1963



Principais Títulos

Clube

Competição

Ano

Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\atletico_mg_45x45.png

Atlético Mineiro

Campeonato Mineiro


1962

Seleção Mineira

Campeonato Brasileiro de Seleções


1963

C:\Users\Casa\Desktop\Flamengo_escudo.svg.png

Flamengo

Campeonato Carioca


1963

Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\corinthians_60x60.png

Corinthians

Torneio Rio – São Paulo


1966


 

Falecimento: Em 02 de agosto de 2018, vítima de infarto do Miocárdio, aos 77 anos.



Coluna do Vidal