Luís Carlos Nunes da Silva


Nascimento: 19 de janeiro de 1937, na cidade do Rio de Janeiro.


Resumo Histórico da Carreira de Jogador e treinador; Carlinhos iniciou sua carreira na década de 50, após ainda menino não ter vingado no Botafogo. Quis o destino encaminhá-lo para o sucesso no C.R. Flamengo onde atuou de 1958 até 1969. Quando passou a integrar o elenco profissional, recebeu simbolicamente, em 20 de janeiro de 1954, as chuteiras de Biguá, craque do Clube que estava encerrando a carreira. O fato se repetiu quando Carlinhos entregou suas chuteiras ao Jovem Zico, quando o Galinho de Quintino iniciava sua trajetória vitoriosa no Flamengo. Carlinhos foi jogador de uma camisa só, o que é coisa rara nos dias de hoje. Teve muita dedicação e amor pelo Clube da Gávea. Ficou na história do clube mais popular do Brasil como ídolo, jogador e técnico. Atuou em 512 partidas, com 276 vitórias, 109 empates, 24 gols, e conquistou títulos importantes como jogador e técnico de futebol.


Perfil: Elegante no trato da bola, com um refinado toque que lhe valeu o carinhoso apelido de “Violino” em função de sua classe nas atuações como meio campista do time rubro-negro. O apelido foi outorgado pelo saudoso locutor Waldir Amaral comparando o jogador a um violino bem afinado. Segundo a crônica esportiva da época, Carlinhos foi um dos maiores jogadores da história do país.


Seleção brasileira: Mesmo estando em uma excelente performance, só atuou uma vez com a camisa canarinho no time que era comandado pelo Técnico Aymoré Moreira. O fato ocorreu em 1964, em um jogo válido pela Copa das Nações realizado no Maracanã contra a Seleção de Portugal.



Frustação na carreira: 

  1. Não estar incluído na lista de 22 convocados pelo Técnico Aymoré Moreira para disputar a Copa do Mundo de 1962 realizada no Chile, o que causou estranheza na crônica esportiva carioca.

  2. A perda do título carioca de 1966 para o Bangu em pleno Maracanã.


Curiosidades:

  1. Fez sua primeira partida em 1958, despontando como um promissor jogador e substituto de Dequinha, um dos ídolos do Clube da Gávea.

  2. Muito disciplinado, Carlinhos recebeu o prêmio Belfort Duarte por nunca ter sido expulso em partida oficial.

  3. Na conquista do Titulo Carioca de 1963, liderou o time rubro-negro no empate contra o Fluminense, jogo em que se registrou o maior público entre jogos de clubes: 177.020 pagantes e 16.947 não pagantes.

  4. Após pendurar as chuteiras, passou a ser um frequentador assíduo da Sede da Gávea, onde não dispensava um chopinho gelado e a resenha com os amigos flamenguistas.

  5. Após deixar a carreira de jogador, atuou somente no Flamengo como Técnico de Futebol, conquistando importantes títulos.


Como Jogador:


Participações em Clube e Seleção Brasileira

Flamengo

Seleção

Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\cb_flamengo-rj-1.gif C.R. Flamengo

C:\Users\Casa\Desktop\th.jpg

Temporadas

Temporada

1958 a 1969

1964


Principais títulos 

Clube

Competição

Ano

Local




Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\cb_flamengo-rj-1.gif

C.R. Flamengo

Torneio Internacional de Israel

1958

Israel

Torneio Início Carioca

1959

Rio de Janeiro

Torneio Hexagonal de Lima

1959

Peru

Torneio Rio - São Paulo

1961

Rio de Janeiro e São Paulo

Torneio Internacional de Verão

1961

Uruguai

Torneio Internacional da Tunísia

1962

Tunísia

Campeonato Carioca

1963 e 1965

Rio de Janeiro

Troféu Naranja

1964

Espanha

Troféu Mohammed IV

1968

Marrocos

Troféu Gilberto Alves

1965

Goiás

Troféu Restelo

1968

Portugal


Como Treinador:


Participação

Flamengo

Temporadas

Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\cb_flamengo-rj-1.gif 

C.R. Flamengo

1983, 1987, 1991 a 1993, 1994 e 2000.



Principais títulos 





Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\cb_flamengo-rj-1.gif

C.R. Flamengo

Competição

Ano

Local

Copa União Módulo Verde

1987

Brasil

Taça Guanabara

1988 e 1999

Rio de Janeiro

Campeonato Carioca

1991,1999 e 2000

Rio de Janeiro

Campeonato Brasileiro

1992

Brasil

Taça Campeões Brasileiros - Brahma

1992

Paraná

Troféu Eco-92

1992

Rio de Janeiro

Troféu Liberdad

1993

Argentina

Troféu Raul Plasmann

1993

Rio de Janeiro

Copa Pepsi Cup - 94

1994

Japão



Falecimento: 22 de junho de 2015, aos 77 anos, na cidade do Rio de Janeiro, vítima de insuficiência cardiovascular.



Coluna do Vidal