Vânia Gurgel, ex-administradora do Guará 

A pouco mais de um ano das próximas eleições, o horizonte das candidaturas ainda está meio longe, mas alguns nomes começam a ser especulados, uns por conta própria e outros pelo mercado. 
Além de Delmasso e Alírio, quem mais entre os guaraenses? 
Um dos nomes quase certos na disputa pelos mais de 120 mil votos dos guaraenses é o da ex-administradora regional do Guará, Vânia Gurgel, uma das surpresas das eleições de 2018 ao conseguir 4.854 votos (1.054 no Guará) no seu primeiro teste nas urnas. 
Como depois disso foi bem avaliada no curto espaço de tempo em que foi administradora regional do Guará e continua em evidência como gerente do Polo Central II do programa DF Presente, Vânia é um nome cobiçado por alguns partidos. 
Dois nomes do PT, moradores do Guará, devem disputar os votos dos conterrâneos: Roberto Policarpo, ex-deputado federal, que em 2018 obteve 4.592 votos para distrital, e Expedito Veloso, secretário de Meio Ambiente do PT DF, que já está em pré-campanha. 
Quem também está se apresentando como pré-candidato a deputado distrital por algum partido de esquerda é o gerente de Cultura da Administração do Guará, Julimar dos Santos. Outros três moradores da cidade também vão buscar novamente uma das 24 vagas da Câmara Legislativa: Tom Guimarães, Adolpho Fuíca e Anderson Fabrício Gomes. 
Eleita em 2018 quando era moradora do Guará, a deputada distrital Júlia Lucy não mora mais na cidade. 
Já o deputado distrital Leandro Grass está morando na casa da mãe no Guará, mas ainda não decidiu se vai continuar por aqui definitivamente. 
Bem votado nas eleições de 2018, com 4.537 votos, o ex-administrador regional André Brandão garante que não será candidato e que prefere se dedicar aos negócios. 
Esse é o quadro de momento para deputado distrital. 
Mas, como “política é como nuvem, muda de lugar a qualquer momento”, amanhã, ou em 2022, tudo, ou nada, pode mudar.

Fonte: Jornal Impresso do Guará de 1° à 9  de Abril de 2021, Edição  1.031

As informações são do Portal a Política e o poder