Getro de Oliveira Pádua, diretor do IMED - Foto: Divulgação

A chave do veículo foi entregue em uma cerimônia antes da partida entre Goiás e Ceará na última quinta-feira (21)

Reconhecimento é o resultado de um trabalho eficiente, que dá frutos diários e faz a diferença para a comunidade e esse mérito foi concedido ao Hospital Regional de Luziânia (HRL) na última quinta-feira (21). A unidade foi presenteada com uma nova ambulância pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pelos serviços prestados à população durante a pandemia da Covid-19.

O diretor do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, Getro de Oliveira Pádua, foi convidado para participar da cerimônia de entrega antes da partida entre Goiás e Ceará, válida pela série A do Campeonato Brasileiro. A iniciativa faz parte do programa ‘Craques da saúde’, que está realizando doações de 27 ambulâncias para unidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

Cada estado brasileiro seleciona o hospital considerado mais resolutivo no enfrentamento ao coronavírus para receber a doação. O Hospital Regional de Luziânia recuperou 528 pacientes desde o início de suas atividades, em maio de 2020.

Pádua ressaltou que o hospital só chegou a esse número de altas devido ao empenho dos que trabalham para salvar vidas. De acordo com o diretor, o programa da CBF valoriza os hospitais brasileiros e todos aqueles que estão na linha de frente desta batalha.

“É emocionante e gratificante representar os profissionais que trabalham diariamente no HRL, são pessoas que ajudaram na implementação do hospital e no cuidado extremo com os pacientes. A ambulância é o reconhecimento pelo esforço e dedicação de todos. Estou muito feliz em representar esta equipe”, comemorou.

A entrega da ambulância ocorrerá em breve pela Federação Goiana de Futebol na unidade hospitalar. O veículo se junta a frota do HRL e ajudará ainda mais no atendimento dos pacientes e no combate ao Covid-19.

SOBRE HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde.

Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.

____________________________________________________________________

HOSPITAL REGIONAL DE LUZIÂNIA
Assessoria de Comunicação | Ecco Comunicação

Aline Marinho | (11) 95484-9927 | aline@ecco.inf.br  

Luiz Fernando Fernandes | (61) 99242-3668 | luizfernando@ecco.inf.br