Ele estava internado havia 15 dias, mas não resistiu às complicações da doença. Esposa e filho permanecem sob cuidados médicos.


Internado há 15 dias, Divino Alves, ex-administrador regional do Guará, morreu neste sábado (3/4), em Brasília, por complicações da Covid-19. Ele ficou sob os cuidados da equipe médica do hospital DF Star, onde a esposa, Sileia, e o filho Ewerton continuam internados com a doença.

Liderança conhecida na cidade, Divino comandou a Diretoria Regional de Ensino de Brazlândia e do Guará, e foi também diretor administrativo da Companhia Urbanizadora de Brasília (Novacap), diretor financeiro da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), diretor administrativo do Banco de Brasília (BRB) e presidente da Companhia do Metropolitano (Metrô-DF).

Após a confirmação da morte, o senador Izalci Lucas (PSDB) publicou nota de pesar sobre a atuação do aliado.

“Seu trabalho e seu legado certamente ficarão na memória daqueles que acompanharam seu trabalho e sua dedicação à nossa capital, especialmente ao Guará. Que Deus conforte a família nesse momento de dor. À sua esposa Sileia e seu filho, Ewerton, que ainda se encontram enfermos, nossa solidariedade e preces”. As informações são do site: https://www.metropoles.com